Bomba submersível para esgoto modelo ABS XFP

Bombas submersíveis visando economias de energia significativas

As bombas submersíveis para esgoto modelo ABS XFP são a melhor opção para assegurar o bombeamento eficiente e confiável em qualquer estação de bombeamento de esgoto. As bombas submersíveis para esgoto, principalmente as instaladas em estações de bombeamento interligadas à rede, são equipadas com motores Premium Efficiency IE3 como itens de série e com rotores Contrablock Plus. Elas são projetadas para processar o esgoto atual, que contém menos água devido aos vasos sanitários com controle de fluxo de água de descarga e uma variedade de itens de higiene, como lenços umedecidos, material em fibra, etc.

Principais benefícios
  • Motores Premium Efficiency IE3 visando a economias de energia significativas
  • Confiabilidade de longo prazo com rotores projetados  para esgoto
  • A maior economia de energia se traduz em uma pegada menor de CO2
  • Excelente manuseio de fibras para minimizar o tempo de parada
  • Sustentável na fabricação e na operação
Principais aplicações
  • Água limpa e esgoto
  • Esgoto contendo sólidos e material fibroso
  • Esgoto com lodo e alto teor de fibras
  • Água industrial não tratada
  • Sistemas municipais combinados de água pluvial e esgoto

Principais características de design
  • Motores IE3 de eficiência Premium, em conformidade com IEC 60034-30 (de 1,3  a 550 kW em 50 Hz e 2,7  a 830 hp em 60 Hz)
  • Rotores Contrablock Plus tipo vortex com paleta única e dupla  (1,3 a 30 kW)
  • Rotores Contrablock Plus com múltiplas paletas, fechados e do tipo inclinado (30 a 620 kW)
  • Passagem sólida com mínimo de 75 mm ou maior
  • Versão à prova de explosão opcional (ATEX, FM ou CSA)
  • Sistema fechado de resfriamento (PE1-2)
  • Sistema de circuito fechado de resfriamento - item de série no PE6  (opcional no PE3-PE5)
  • Aumento da temperatura em conformidade com NEMA classe A até 110 kW e classe B para potências maiores
  • Isolamento classe H (140°C)
  • Monitoramento das condições de operação (temperatura, entrada de água)
  • Rolamentos com vida útil de 100.000 horas (50.000 horas para PE1-2)
Principais características
50 Hz 60 Hz
Tamanhos da bomba 80 a 800 mm 80 a 800 mm/3,2 a 32 pol.
Vazões até 2.400 l/s até 2.500 l/s/39.600 USgpm
Alturas manométricas até 80 m Até 95 m/310 pés
Potência 1,3 a 550 kW 2 a 620 kW/2,7 a 830 hp
Potência do motor PE 1 a 7
Nº de polos Potência P2 (kW)
PE1 PE2 PE3 PE4 PE5 PE6 PE7
2 50 Hz: 3 a 4
60 Hz: 4,5
50 Hz: 5,5 a 11
60 Hz: 8 a 12,5
50 Hz:
15 a 25
60 Hz:
18,5 a 30
- - - -
4 50 Hz: 1,5 a 2,9
60 Hz: 2,2 a 3,5
50 Hz: 4 a 9
60 Hz: 4,5 a 10,5
50 Hz: 11 a 30
60 Hz: 13 a 35
50 Hz: 22 a 45
60 Hz: 25 a 52
50 Hz:
55 a 110
60 Hz:
63 a 125
50 Hz:
132 a 250
60 Hz:
150 a 335
-
6 50 Hz: 1,3
60 Hz: 2
50 Hz: 3
60 Hz: 3,5
50 Hz: 9 a 22
60 Hz: 9 a 25
50 Hz:
18,5 a 37
60 Hz:
21 a 43
50 Hz:
45 a 90
60 Hz:
52 a 104
50 Hz:
110 a 200
60 Hz:
125 a 220
50 Hz:
250 a 550
60 Hz:
290 a 620
8    50 Hz: -
60 Hz: 12
50 Hz: 15 a 30
60 Hz: 17 a 35
50 Hz: 37 a 75
60 Hz: 43 a 86
50 Hz:
90 a 132
60 Hz:
104 a 150
50 Hz:
160 a 450
60 Hz:
185 a 500
10 50 Hz: 30 a 55
60 Hz: 35 a 63
50 Hz:
75 a 132
60 Hz:
86 a 150
50 Hz:
160 a 350
60 Hz:
185 a 415
12
50 Hz: -
60 Hz:
86 a 150
50 Hz:
160 a 300
60 Hz:
185 a 350
Faixa de desempenho
Faixa de desempenho 50 Hz
Alcance de desempenho 60 Hz
Documentos 1,3 a 30 kW

Folhas de dados

Desenhos dimensionais

Documentos 30 a 620 kW

Estudos de caso

Folhas de dados

Desenhos dimensionais

Estudos de caso
  • Estudos de caso (EN)
    Onde quer que os líquidos sejam bombeados, misturados, controlados ou aplicados, nós estamos lá. Veja como nossas soluções geram valor para os clientes e descubra como podemos fazer seus processos de bombeamento e mistura mais eficientes e rentáveis, protegendo sua produção e garantindo confiabilidade.
Aplicações
  • Eliminação de resíduos comerciais de sanitários
    As águas residuais comerciais de sanitários compreendem toda a água de esgoto liberada de sanitários em propriedades comerciais, industriais ou públicas.

  • Estação de bombeamento de rede
    As estações de bombeamento de rede coletam águas residuais municipais de imóveis residenciais e organizações comunitárias. Instaladas em poços secos ou molhados, as bombas levam o efluente para uma estação de bombeamento terminal. Como a maioria das estações de bombeamento não está equipada com telas, as bombas devem lidar com materiais difíceis, como materiais fibrosos de sanitários e embalagens.

  • Estação de bombeamento terminal
    As estações de bombeamento terminais recebem águas residuais municipais de estações de bombeamento de rede. Instaladas em poços secos ou molhados, as bombas enviam o material a uma estação de tratamento de purificação final. Devido à falta de telas na maioria das estações de bombeamento, materiais difíceis, como materiais sanitários fibrosos e embalagens, são uma ameaça constante ao tempo de atividade.

  • Estação de bombeamento de entrada
    Estações de bombeamento de entrada são semelhantes a grandes estações de bombeamento terminais. Dependendo da profundidade do esgoto de entrada, as cabeças de elevação podem variar de cerca de 2 a 30 metros. Para evitar cargas de choque hidráulico, que impactam negativamente o processo biológico, as estações muitas vezes fazem uso de unidades de velocidade variável e/ou várias bombas em paralelo.

  • Estações de bombeamento de saída
    As estações de bombeamento de saída são necessárias quando o nível da estação de tratamento é menor que o da água recebida. Isso é especialmente verdadeiro quando descarregam em um rio, que pode aumentar de volume durante períodos de chuva ou inundação pesada, ou no mar, onde o nível varia de acordo com a maré. Estações de bombeamento de saída também podem ser necessárias para compensar o aumento das perdas por atrito na tubulação de saída a fluxos elevados, por exemplo, em longas tubulações de descarga no mar.

  • Retorno de lodo ativado
    As estações de bombeamento de saída são necessárias quando o nível da estação de tratamento é menor que o da água recebida. Isso é especialmente verdadeiro quando descarregam em um rio, que pode aumentar de volume durante períodos de chuva ou inundação pesada, ou no mar, onde o nível varia de acordo com a maré.

  • Drenagem em túneis
    A construção de um túnel é um local de trabalho complexo em que muitas variáveis diferentes precisam ser levadas em consideração, e a inundação é uma delas. Nossas bombas submersíveis de drenagem de lodo são leves e portáteis, e dão partida assim que conectadas.
Serviço
Como podemos te ajudar?

Fale ou escreva para os nossos especialistas e encontre a melhor solução para você.

Solução eficiente de substituição de bombas da Sulzer para estações de bombeamento de esgoto

Você também pode estar interessado em