Controlador de bombas modelo ABS PC 441

Funções inteligentes com recursos avançados

O PC 441 é um monitor e controlador para uma até quatro bombas, projetado principalmente para uso em estações de bombeamento de águas residuais municipais. O PC 441 tem muitas características avançadas para minimizar os custos operacionais e aumentar a disponibilidade da estação de bombeamento ao longo de seu ciclo de vida.

Principais benefícios
  • Funciona como uma unidade de monitoramento independente
  • Conecta-se a um display gráfico CA 511, oferecendo uma interface de usuário completa para visualização e configuração de todos os parâmetros
  • Minimiza os custos operacionais e aumenta a disponibilidade da estação de bombeamento
  • Conecta-se a qualquer sistema de Aquisição de Dados e Controle Supervisor (SCADA) ou sistema de telemetria, sendo compatível com os protocolos de comunicação Modbus ou Comli
Principais aplicações
  • Monitoramento e controle de estações de bombeamento de águas residuais municipais
  • Visualize alarmes, faça o controle manual de bombas e altere as configurações localmente - através da interface gráfica do usuário - ou utilizando o software AquaProg
  • O software AquaProg pode ser usado para fazer backup das configurações do controlador no disco rígido e também para o download de alarmes, eventos e dados históricos
Características avançadas

Os usuários podem operar o PC 441 como uma unidade de monitoramento independente. Outra opção é o software de configuração AquaProg em um computador conectado diretamente à porta de serviço local ou remotamente, via modem por exemplo. As configurações são protegidas por senha em dois níveis para evitar alterações não autorizadas ou acidentais.

Cinco unidades adicionais podem ser conectadas para um monitoramento mais avançado:

  • CA 441: Unidade de monitoramento de vazamentos para conexão de quatro bombas com alarmes combinados ou, então, três alarmes separados - utilizando uma unidade por bomba.
  • CA 442: Unidade de monitoramento de temperatura para conexão de quatro bombas com alarmes combinados ou quatro alarmes separados - utilizando uma unidade por bomba e uma entrada de mA para um sensor de vibração.
  • CA 443: Monitoramento do consumo e alimentação de energia, além de dispositivo de medição para uma estação completa e/ou separadamente para cada bomba.
  • CA 622: unidade de comunicação para enviar e receber informação para produtos periféricos via interface RS 485 Modbus.
  • CA 781: unidade de expansão para conectar diversas bombas.

O PC 441 oferece duas possibilidades para detecção de nível:

  • Conexão de dispositivos hidrostáticos ou outros equipamentos com sinal de 4 a 20 mA
  • Chaves-boia
Principais especificações
  • Partida/parada da bomba com base em:
    Ponto de ajuste de nível, nível de partida aleatório, velocidade de mudança de nível, controle de tarifa, nível de parada alternativo, comunicação remota, parada da bomba após definição de tempo máximo de operação, temporizador de movimento cíclico da bomba
  • Revezamento de bombas: normal ou assimétrico
  • Confirmação de funcionamento da bomba através da corrente do motor ou de informações do contator
  • Temporizador para operação da bomba quando atingido o nível de emergência
  • Cálculo e monitoramento de extravasamento
  • Frequência de pulso para conversão analógica de valor (energia/chuva/vazão, influxo)
  • Alarme dial-up
  • Alarmes GSM/SMS
  • Suporte a modem GPRS
  • Protocolos de comunicação Modbus e Comli
  • Coletor de dados analógico: 16 canais, 1 –60 minutos/amostra.
    Valores medidos: Nível, corrente do motor em P1/P4, influxo/escoamento, pressão, motor, mancal
  • Temperatura (Pt 100) em P1/P4, calculada energia/chuva/vazão
  • Coletor de dados digital: P1/P4 liga/desliga, alarmes liga/desliga/reconhecido
  • Relógio em tempo real (RT) para a data e hora, com backup interno de 6h.
  • Cálculo de influxo
  • Cálculo de escoamento
  • Cálculo e alarme de capacidade da bomba
  • Alarme para Equipe de Serviço
  • Reversão automática da bomba
  • Exercício da bomba (partida forçada)
  • Reset automático do protetor do motor
Principais características
  • Monitoramento avançado de uma a quatro bombas
  • Controle avançado de uma a quatro bombas
  • Comunicação via GPRS, GSM, telemodem ou cabo
  • Registro de sinais analógicos e digitais e alarmes
  • Deteção de nível por sensor 4-20 mA ou chave-boia
  • Controle de válvula de descarga e misturador
  • Cálculo avançado da capacidade da bomba e vazão, com gerenciamento de alarmes
  • Medição de extravasamento
  • Trilhos DIN montados
Documentos

Folhas de dados

Manuais de instalação

Aplicações
  • Águas residuais comerciais sem detritos sanitários
    As águas residuais comerciais sem detritos sanitários incluem as águas residuais de drenagem e águas cinzas.
  • Águas residuais domésticas sem detritos sanitários
    As águas residuais domésticas sem detritos sanitários incluem as águas residuais de drenagem e águas cinzas.
  • Controle de vazão
    A mudança climática é um desafio à prevenção de desastres naturais. Quando a água corre pelo terreno em grandes quantidades, a ampla gama de bombas da Sulzer oferece soluções confiáveis, econômicas e eficientes para controle de inundações.
  • Eliminação de resíduos comerciais de sanitários
    As águas residuais comerciais de sanitários compreendem toda a água de esgoto liberada de sanitários em propriedades comerciais, industriais ou públicas.
  • Eliminação de resíduos domésticos de sanitários
    As águas residuais domésticas de sanitários compreendem toda a água de esgoto liberada de instalações sanitárias ou imóveis residenciais.
  • Estação de bombeamento de águas pluviais
    Durante fortes chuvas, as estações de bombeamento de águas pluviais levam grandes volumes de água em baixa altitude para receber as águas da superfície ou esgotos. Tendo sido por muito tempo parte da gestão de inundações, elas estão cada vez mais envolvidas em estratégias de adaptação às alterações climáticas para cidades costeiras a baixas altitudes.
  • Estação de bombeamento de entrada
    Estações de bombeamento de entrada são semelhantes a grandes estações de bombeamento terminais. Dependendo da profundidade do esgoto de entrada, as cabeças de elevação podem variar de cerca de 2 a 30 metros. Para evitar cargas de choque hidráulico, que impactam negativamente o processo biológico, as estações muitas vezes fazem uso de unidades de velocidade variável e/ou várias bombas em paralelo.
  • Estação de bombeamento de rede
    As estações de bombeamento de rede coletam águas residuais municipais de imóveis residenciais e organizações comunitárias. Instaladas em poços secos ou molhados, as bombas levam o efluente para uma estação de bombeamento terminal. Como a maioria das estações de bombeamento não está equipada com telas, as bombas devem lidar com materiais difíceis, como materiais fibrosos de sanitários e embalagens.
  • Estação de bombeamento terminal
    As estações de bombeamento terminais recebem águas residuais municipais de estações de bombeamento de rede. Instaladas em poços secos ou molhados, as bombas enviam o material a uma estação de tratamento de purificação final. Devido à falta de telas na maioria das estações de bombeamento, materiais difíceis, como materiais sanitários fibrosos e embalagens, são uma ameaça constante ao tempo de atividade.
  • Estações de bombeamento de saída
    As estações de bombeamento de saída são necessárias quando o nível da estação de tratamento é menor que o da água recebida. Isso é especialmente verdadeiro quando descarregam em um rio, que pode aumentar de volume durante períodos de chuva ou inundação pesada, ou no mar, onde o nível varia de acordo com a maré. Estações de bombeamento de saída também podem ser necessárias para compensar o aumento das perdas por atrito na tubulação de saída a fluxos elevados, por exemplo, em longas tubulações de descarga no mar.
  • Tanque de retenção de águas pluviais
    Os tanques de retenção de águas pluviais atuam como um amortecedor durante períodos de chuvas fortes. Isso é cada vez mais importante à medida que as áreas se tornam mais desenvolvidas, com superfícies duras, como telhados, ruas e estacionamentos que não absorvem a água da chuva. Quando tanques de retenção de águas pluviais são implementados, a gravidade ou as bombas podem ser usadas para fornecer um fluxo contínuo reduzido no sistema de esgoto. A experiência da Sulzer torna possível evitar cargas hidráulicas de pico e limitar as tensões em sistemas de esgotos existentes.
Produtos relacionados
  • Interface gráfica de operaçăo modelo ABS CA 511
    O CA 511 é um painel de operação para monitoramento avançado de estações de bombeamento. Ele só pode ser usado em combinação com a unidade de monitoramento/controlador PC 441. O CAN-bus gerencia as comunicações e fornece energia. O display TFT com 480x272 pixels inclui 28 teclas para simplificar as operações e assegurar maior facilidade ao usuário.

  • Módulo de monitoramento de vazamento modelo ABS CA 441
    O 441 CA realiza monitoramento de vazamento em bombas submersíveis. Com quatro entradas de sinal, monitora até quatro bombas individuais ou uma bomba com alarmes separados. A unidade pode ser montada no painel ou até a 250 metros de distância da bomba (quando se utiliza o mesmo potencial terra). O CA 441 só pode ser usado em combinação com a unidade de monitoramento/controlador PC 441.

  • Módulo de monitoramento de temperatura modelo ABS CA 442
    O CA 442 é uma unidade de monitoramento de temperatura com quatro entradas de sinal. Ele pode monitorar de uma a quatro bombas com alarmes combinados (um alarme por bomba) ou até quatro alarmes separados, usando uma unidade por bomba. O CA 442 pode ser conectado ao PC 441 através de uma interface de CAN-bus e só pode ser usado em combinação com a unidade de monitoramento/controlador PC 441.

  • Módulo de monitoramento do motor e suprimento de energia modelo ABS CA 443
    O CA 443 é um dispositivo de medição de propriedades elétricas utilizado para uma estação completa ou para uma única bomba. Ele pode ser conectado ao PC 441 através de uma interface de CAN-bus com isolamento galvânico e só pode ser usado em combinação com a unidade de monitoramento/controlador PC 441.

  • Módulo de comunicação RS 485 tipo ABS CA 622
    O módulo de comunicação tipo ABS CA 622 permite enviar e receber informações para seus produtos periféricos através do controlador de bomba existente, PC 441, usando uma interface Modbus RS 485.

  • Módulo de expansão de saída modelo CA 781
    Com o módulo de expansão de saída CA 781 você pode controlar um grande número de bombas com o seu sistema PC 441 existente.

  • Bombas Submersíveis
    A Sulzer oferece uma das gamas mais abrangentes de bombas submersíveis disponíveis no mercado hoje. As aplicações se estendem desde bombeamento de uso leve e médio dentro de propriedades residenciais e comerciais, ao bombeamento de materiais pesados com alta concentração de trapos e sólidos nas redes de coleta de esgoto municipais, e em aplicações industriais de esgoto.

  • Misturadores submersíveis
    Os misturadores submersíveis com alta eficiência energética da Sulzer são ideais para uma ampla gama de aplicações em estações de tratamento municipais e industriais. Eles são a solução ideal para combinar tarefas de mistura para agitação, mistura, dissolução e suspensão de sólidos em estações de tratamento municipais e industriais.
Como podemos te ajudar?

Fale ou escreva para os nossos especialistas e encontre a melhor solução para você.

Você também pode estar interessado em